9 milhões de brasileiros lêem blogs

2,125

Quase 9 milhões de pessoas acessam e lêem blogs, de acordo com dados do
Ibope/NetRatings de agosto, o que representa 46% do número de
internautas ativos no mês.

“Os dados mostram também que o Brasil
está no patamar dos Estados Unidos e do Reino Unido, mercados em que o
uso de redes sociais é maior que o de blogs, mas atrás de França e,
principalmente, Japão”, afirma José Calazans, analista do Ibope
Inteligência.

Em agosto, de acordo com o Ibope/NetRatings,
praticamente 15 milhões de usuários residenciais navegaram em
Comunidades (incluindo redes sociais, bate-papos, fóruns e blogs), o
que equivale a cerca de 80% do total de internautas ativos domiciliares
do mês. Desses, mais de 13 milhões (70% do total de usuários) entraram
em redes sociais.

A audiência de ferramentas que reúnem blogs
amadores (como WordPress.com e Blogger) em geral é bastante jovem, com
metade com idade inferior a 25 anos. No WordPress.com, essa audiência
jovem ainda é mais acentuada e chega a ser até mais de 50%.


“É uma audiência mais nova que a dos sites tradicionais de notícias,
cuja audiência até 24 anos gira entre 25% e 40% do total de usuários”,
diz Calazans.

O hábito de navegação de pessoas mais velhas, de
escolher determinada página para ler e acompanhar notícias, segundo
Calazans, é diferente do de pessoas mais jovens, que procuram
informações pelos buscadores.

Ao realizar as buscas, os jovens
acabam caindo em páginas amadoras, mesmo que essas fontes não usufruam
da mesma credibilidade do jornalismo tradicional.
“E sabe os que eles buscam, além de temas humorísticos e
pornográficos? Resolver seus problemas com trabalhos escolares, pegar
música distribuída na rede, informações sobre como usar o eMule, como
baixar um programa que consiga desbloquear o celular para usar em outra
operadora e por aí vai.”

Em outros países, os blogs mais
populares não são ligados à Wired. Os mais vistos versam sobre hobbies,
sobre assuntos de casa, como “Como consegui mudar a pintura da casa sem
gastar uma fortuna”, ou “Como pescar mais usando iscas naturais”.

Fonte: IdgNow

Artigos Aleatorios

Poste um comentario