Quando sair do Aluguel e Comprar a Casa Própria

1,314

Geralmente quem poupa, economiza ou aplica sua renda consegue realizar o pagamento total da casa própria evitando a cobrança de juros.
Seria muito bom se todos pudessem comprar seus imóveis á vista! Mas essa não é a realidade da maioria das pessoas.
Veja o que fazer para sair do aluguel sem comprometer o orçamento.




Planejamento

Primeiro, se não tiver a quantia para pagar á vista, você poderá pedir um financiamento ou entrar em um consórcio. No financiamento, você empresta o valor que falta para complementar a compra, porém pagará com juros as parcelas para quitar a dívida. No consórcio é feita uma poupança coletiva, cada membro contribui com um valor mensalmente com o objetivo de autofinanciar a compra do imóvel.

Alguns fatores importantes precisam ser considerados para que este sonho não vire um pesadelo.

* calcule o salário da família ( no caso de mais membros trabalharem como esposa e filhos);
* calcule as despesas mensais, incluindo aluguel, prestações, cartões de crédito;
* some às despesas o valor da prestação do imóvel e veja se cabe no orçamento da família;
* se mais membros trabalham, veja quanto cada um pode disponibilizar para a poupança ou prestação da casa. Ambos tem que se comprometer com o valor proposto;
* abra uma poupança para essa finalidade, evitando retiradas de emergência;
* corte gastos desnecessários, tendo em mente que essa medida será passageira e beneficiará a compra da casa;

Lance os resultados em uma planilha, para controle e acompanhamento financeiro. Atente para que a prestação não ultrapasse de 20 a 30% da renda da família e analise se o valor pago mensalmente no aluguel é igual ou superior à prestação do imóvel desejado.
Somente fazendo os cálculos, analisando as possibilidades, poupando e economizando você poderá sair do aluguel sem comprometer o orçamento da família.

Se tiver dúvidas deixe um comentário! Veja Também...

Poste um comentario