FED reduz juros em 0,25 ponto, para 4,5%

2,027


O Federal Reserve (Fed, Banco Central americano) decidiu nesta
quarta-feira reduzir a taxa de juros dos Estados Unidos em 0,25 ponto
percentual, para 4,5%. A taxa de redesconto também foi reduzida em 0,25
ponto, para 5%. Essa é mais uma ação para tentar limitar os danos da
crise imobiliária e o aperto do crédito.




O movimento é uma tentativa de proteger a economia da desaceleração
imobiliária e da turbulência no mercado financeiro. Ao anunciar a
decisão, que vem depois de uma agressiva diminuição de 0,5 ponto
percentual no mês passado, o comitê afirmou que a ação deve colocar a
econonia americana em um compasso melhor e que levaria a um equilíbrio
entre os riscos de inflação e as ameaças ao ritmo do crescimento.
“A ação de hoje, combinada com a ação política tomada em
setembro, deve ajudar a evitar alguns dos efeitos adversos sobre a
ampla economia que poderiam surgir com os desequilíbrios nos mercados
financeiros e promover o crescimento moderado com o passar do tempo”,
disse o banco central norte-americano.
Algumas horas antes do anúncio do BC dos Estados Unidos, foi
anunciada a maior taxa de expansão da economia americana desde o início
de 2006. O Produto Interno Bruto (PIB) do país cresceu inesperados
3,9%, em termos anuais, ante 3,8% de expansão no segundo trimestre.
foto do presidente do federal reserve, Ben Bernanke

Tensão
A decisão do Fed não foi unânime. O presidente do
Federal Reserve de Kansas City, Thomas Hoenig, discordou, preferindo
manter as taxas de juros.
“Os recentes aumentos nos preços de energia e das commodities,
entre outros fatores, podem colocar uma pressão de alta sobre a
inflação”, declarou o Fed. “Nesse contexto, o comitê julga que alguns
riscos de inflação prosseguem.”
“Depois dessa ação, os riscos de alta da inflação se equilibram
razoavelmente com os riscos de desaceleração do crescimento”,
acrescentou o banco central dos EUA.
Os contratos futuros de juros nos EUA mostraram dealers
recuando nas apostas de novos cortes após o anúncio do Fed, estimando
uma chance de 50% de o banco central norte-americano diminuir a taxa
novamente em dezembro, em relação aos 64% vistos no overnight.
Os mercados de crédito, que foram afetados em agosto pelas
preocupações com o financiamento imobiliário de alto risco nos EUA,
voltaram a ter estabilidade desde que o Fed reduziu a taxa de juro em
0,5 ponto percentual em 18 de setembro.Fonte: http://br.invertia.com/noticias/noticia.aspx?idNoticia=200710311824_RED_50800368

Artigos Aleatorios

Poste um comentario