O QUE É A MAMOPLASTIA DE AUMENTO COM SILICONE

7,727

A Mamoplastia é uma cirurgia para correção da mama. Pode ser utilizada com
finalidades estéticas, ou para tratamento de doenças graves.

A Mamoplastia de Aumento é utilizada para mulheres que sentem que seus seios
são pequenos e desejam que sejam aumentados.




A estética da mama responde a costumes étnicos, sociais e culturais. Há não
muitos anos, no Brasil as mulheres solicitavam a diminuição do volume do seio,
quando a aspiração do inconsciente coletivo estético era o de mamas com
pequenas proporções, seguindo a cultura francesa. Já nesta mesma época nos EUA,
a aspiração era por mamas de grande volume, algumas de sensualidade até
duvidosa, que pareciam mesmo anormalidades, dado seu gigantismo. Nos anos
recentes, se observou uma rápida e marcante diferença no Brasil, quando as
mulheres começaram a solicitar aumento da mamas, não nas proporções americanas,
mas em volumes inimagináveis na década anterior. O que era defeito passou a ser
aspiração.

É preciso ter muito cuidados, e não propor ao cirurgião exageros nestas
técnicas de correção, prevendo a sazonalidade da moda, que muda rapidamente
seguindo a velocidade do processo de comunicação da aldeia global.

Com o passar dos anos, fatores tais como gravidez, amamentação, e a força de
gravidade criam um custo para a forma dos seios da mulher. Enquanto a pele
perde sua elasticidade, os seios freqüentemente perdem sua forma e firmeza e
começam a cair. O lifting do seio ou mastopexia é um procedimento cirúrgico
para elevar os seios e recuperar sua forma. Nenhuma cirurgia pode
permanentemente controlar os efeitos da gravidade, mas por muito tempo se pode
manter os resultados. Associando o procedimento ao uso de próteses, os
resultados podem ser mantidos ainda por mais tempo.

A Mastopexia pode também reduzir o tamanho da aréola,
a pele mais escura que cerca o mamilo. Se os seios são pequenos ou se perdeu
volume, por exemplo, depois da gravidez, o implante de silicone inserido em
conjunção com o lifting / mastopexia pode aumentar ambos, tanto a firmeza como
o tamanho . Os resultados melhores normalmente são alcançados em mulheres com
seios pequenos com pouca queda. Os seios de qualquer tamanho podem ser
levantados, mas os resultados duram mais nos menores , porque pesam menos e
sofrem menos os efeitos da gravidade. Para esta situação, quando se deseja
apenas diminuir o tamanho dos seios ou corrigir a ptose (queda) a técnica
utilizada é a Mamoplastia
Redutora e a Mastopexia

AS MELHORES INDICAÇÕES

Nestas informações procuraremos passar com clareza todas as questões envolvidas
neste tipo de procedimento, para que o candidato a cirurgia tenha segurança no
procedimento que irá realizar. Entretanto, estas informações não substituem a
consulta médica clássica que deve ser o início de qualquer tratamento médico,
por doença ou por estética. Por outro lado, colocamos com clareza todas as
vantagens e riscos envolvidos com o procedimento. A noção do que seja risco é importante.
Ter risco, não significa que um problema vai ocorrer com certeza, e sim que
pode ocorrer em um pequeno número de situações, que com cuidado e atenção do
médico e do paciente pode ser diminuído a números muito baixos.

Ter esta noção
exata controla emoções e mitos dando segurança no ato médico, para o paciente e
para o cirurgião. Entretanto o conhecimento de todos os envolvimentos de cada
ato cirúrgico, deve não trazer medo e sim segurança no que vai ser feito. As
informações que oferecemos aqui ajudam a compreender as generalidades do
procedimento, mas repetimos, não substitui uma consulta clássica, que deve ser
feita com o Cirurgião Plástico da Clínica Naturale, que confirmará a indicação
e dará perspectivas do resultado. Muito destes resultados dependem do
encontrado em cada paciente e uma expectativa realista é o melhor a se obter
nestes tratamentos estéticos.

Os melhores candidatos para uma cirurgia plástica de mama são pacientes
fisicamente saudáveis, psicologicamente estáveis, e realistas em suas
expectativas, que pretendem uma melhora de sua aparência com a Mamoplastia, e
não consideram que uma cirurgia vá mudar toda a sua vida.

A Mamoplastia pode melhorar a aparência e a sua autoconfiança, mas não mudará a
sua posição no mundo e nem as coisas serão diferentes por causa de uma
cirurgia. O mundo pode ser mudado para você por você, e a cirurgia plástica
pode lhe ajudar a se sentir bem melhor, e você estará bem melhor, mas
felizmente continuará sendo você, mas você melhor. Antes que você decida pela
cirurgia, pense cuidadosamente sobre suas expectativas e as discuta com o
cirurgião.

MAMOPLASTIA DE AUMENTO - PRÓTESE
DE SILICONE


O aumento do seio pode ser obtido com o implante de uma prótese, de silicone
mais amplamente utilizado ou de sal. Houve durante um período suspeitas sobre
os riscos associados ao uso da prótese de silicone, e associações com doenças
crônicas. Isto incorreu numa diminuição no entusiasmos de pacientes e
cirurgiões por este tipo de prótese. Entretanto, felizmente estas suspeitas não
foram confirmadas, e as próteses de silicone passaram a ser utilizadas
amplamente, novamente, por serem as melhores. Novos estudos são realizados
procurando estabelecer possíveis riscos, mas até o momento nada há que
contra-indique seu uso, que está liberado em amplas partes do mundo, incluindo
o Brasil.

O Implante pode ser colocado sob o tecido mamário, ou sob o músculo peitoral,
várias vias de acesso são utilizadas para colocar o implante, através das
aréolas, através da base da mama, ou transaxilar. Cada técnica pode ser
utilizada em casos específicos e tem vantagens e desvantagens que deverão ser
analisadas com o cirurgião.
O Cirurgião da Clínica Naturale acompanha o desenvolvimento científico mundial,
e estará sempre pronto para esclarecer suas dúvidas, baseado nas evidências
científicas mais recentes.


RISCO




O aumento do volume dos seios é um procedimento relativamente seguro. Mas como
com qualquer operação, há riscos associados com a cirurgia e complicações
específicas associadas com este procedimento.

Um problema é a retração capsular, uma reação do tecido na cicatriz ou ao redor
do implante. Pode ser um incômodo que requer correção cirúrgica e em situações
mais extremas a remoção do implante. É uma retração exagerada da cápsula
fibrosa normal (que se forma em torno da prótese), que determina certo grau de
endurecimento à região, quando palpada. Alguns casos estão sujeitos a tal
retração; entretanto, se isto ocorrer, as próteses poderão e deverão ser
retiradas, através das mesmas cicatrizes. Em caso de utilização de próteses
infláveis, poderá ocorrer, em poucos casos, certo esvaziamento, o que
determinará na reavaliação do caso.

Pelo fato das próteses infláveis
desenvolverem apenas uma tênue cápsula fibrosa que raramente levam ao endurecimento
da mama, em alguns casos pode-se sentir a presença da prótese, palpando-se
levemente as mamas. Em caso de esvaziamento, esta palpação poderá ser mais
acentuada. Posteriormente, ambos, cirurgião e paciente, poderão ponderar sobre
a conveniência ou não da reintrodução de outras próteses, um diferente plano de
introdução ou outra conduta que melhor se adapte ao caso. A retração da cápsula
ou o esvaziamento da prótese, nunca refletem imperícia do cirurgião, mas sim,
um comportamento reacional atípico do organismo das pacientes, devido à
presença das próteses de silicone.

Não cabe ao cirurgião qualquer responsabilidade em gastos futuros com
reintervenções que porventura sejam necessárias, decorrentes de retrações
capsulares, endurecimento das mamas, rupturas tardias das próteses ou seu
eventual esvaziamento. Presentemente o número de retrações de cápsula diminuiu
bastante, devido ao advento de inovações técnicas introduzidas na cirurgia
plástica.
Como com qualquer procedimento cirúrgico, sangramento excessivo seguindo a
operação pode causar algum inchaço e dor. Se o sangramento excessivo continua,
pode ser necessário controlar o sangramento por uma nova cirurgia e remover o
sangue acumulado.

Uma porcentagem pequena de mulheres pode desenvolver uma infecção ao redor de
um implante. Isto pode ocorrer em qualquer tempo, mas é mais freqüentemente
visto dentro de uma semana depois da cirurgia. Em alguns casos, o implante pode
necessitar ser removido durante meses até que a infecção ceda. Um novo implante
pode ser então inserido.

Algumas mulheres relatam que os seus mamilos tornam-se supersensíveis. Em
outros casos podem se tornam um pouco entorpecido, como se estivesse um pouco
anestesiado. Estas alterações normalmente desaparecem dentro de pouco tempo,
mas pode ser permanente em alguns pacientes.

Não há nenhuma evidência que implantes mamários afetarão a fertilidade, a
gravidez, ou sua capacidade de cuidar de uma criança. . Se, entretanto, teve um
bebê há pouco tempo antes da cirurgia, você pode produzir leite por alguns dias
depois de cirurgia. Isto pode causar algum incômodo, mas pode ser tratado com
medicamento prescrito por seu médico.

Ocasionalmente, felizmente raramente, os implantes podem perfurar. A ruptura
pode ocorrer como resultado de ferimento ou da compressão exagerada e
movimentos muito fortes. Se for um implante de substância salina, o sal é
rapidamente absorvido pelo corpo sem causar maiores problemas. E a prótese pode
ser refeita. No caso de implantes de silicone, a correção deve ser feita tão logo
seja diagnosticada, para evitar que o silicone seja espalhado,

O silicone é um
material bio-compatível, e mesmo que uma pequena parcela não seja retirada, é
assimilada pelo organismo, e outro implante pode ser colocado. Normalmente o
silicone, por ser espesso não migra em grande quantidade, ficando ao redor da
prótese, embora uma pequena porção possa migrar. No caso do implante de
silicone, uma confiança grande na qualidade da prótese é extremamente
importante, para evitar este problema.

Houve uma suspeita de que as próteses mamárias podiam se associar as doenças
tipo reumatismo. As evidências iniciais não foram confirmadas e as próteses
liberadas, mas estudos continuam principalmente nos EUA.

Não há evidência de associação de prótese de mama ao câncer de mama, entretanto
a presença de um implante pode deixar a mamografia, um importante exame para a
detecção de câncer de mama, menos apurado. Realizar os exames de rotina em um
centro capacitado para a mamografia em pessoas que portam prótese de silicone é
um medida de segurança importante.

A maioria das mulheres que se submetem ao implante de silicone nos seios ou
cirurgias redutoras e lifting não apresenta estas complicações, entretanto
estas possibilidades devem ser discutidas com o cirurgião antes do procedimento,
para que seu conhecimento traga a necessária tranqüilidade para o paciente. O
Cirurgião conhece estas possibilidades e tudo faz para prevenir. A ocorrência
de uma complicação fica no imponderável que acompanha não só os atos
cirúrgicos, mas tudo que se diz respeito a nossas vidas.




PLANEJE A CIRURGIA




A consulta inicial com o cirurgião plástico é muito importante. O cirurgião
ouvirá sua história médica completa, então avaliará seu caso tanto do ponto de
vista da cirurgia proposta, como do ponto de vista clínico. Solicitam então
avaliações de especialistas como cardiologista, anestesista e outros clínicos
se necessário, e complementa tudo com exames laboratoriais. Assim estará pronto
para proporcionar todas as informações que você precisa sobre resultados
esperados e riscos envolvidos com o procedimento.

Não deixe de informar ao
cirurgião se tem qualquer alergia; se toma vitaminas, medicamentos (mesmo os
mais simples), se utilizam álcool ou outras drogas, e se fuma. No período que
antecede a cirurgia, não deixe de informar o cirurgião se tomou algum
medicamento, mesmo os mais simples, como a aspirina e antiinflamatórios. A
aspirina, como exemplo, pode alterar a coagulação sanguínea por períodos de até
11 dias seguindo-se a tomada de um único comprimido.

Boa comunicação entre você e seu médico é essencial. Em sua consulta inicial, o
cirurgião perguntará sobre as correções que você gostaria de fazer em sua mama,
o volume desejado, respeitará a sua decisão, mas opinará segundo sua
experiência no que é mais harmônico para seu caso, evitando correções
desproporcionais que possam vir a ser ridículas um dia. Vai discutir as
possibilidades com você, dentro do que a medicina pode oferecer, esperando que
a sua expectativa se adapte a realidade do possível. Ele também explicará os
fatores que podem influenciar o procedimento e os resultados.

O cirurgião também explicará as técnicas e a anestesia que usará o tipo de
hospital onde a cirurgia será executada, os riscos e custos, e quaisquer opções
envolvidas que você possa ter.

Dependendo de sua idade e história familiar, seu cirurgião pode requerer uma
mamografia prévia à cirurgia, (radiografia de seio).




PREPARAR A CIRURGIA




O cirurgião lhe dará instruções específicas em como se preparar para a
cirurgia, que incluem orientações em relação à alimentação, bebidas, fumo, e
evitar certas vitaminas e medicamentos e manter o uso de outras. Siga
cuidadosamente as instruções que ajudarão sua cirurgia a correr perfeitamente.
Você deve solicitar que alguém o acompanhe no dia da cirurgia e deve se
preparar para afastar das atividades pelo número de dias que o cirurgião lhe
informará.
Se você fuma, deve evitar o hábito pelo menos

2 a 3 semanas antes do
procedimento. E só voltar depois de

2
a 3 semanas (quem sabe se neste momento em que você
cuida de sua auto-estima, não realiza este ato de amor extremado por si mesmo e
pelos outros em sua volta, que é parar definitivamente de fumar)
Evite exposição solar intensa antes de cirurgia.
Mantenha uma dieta equilibrada com muitas fibras no período que antecede a
cirurgia.
Infecções, como gripe e resfriados adiam a cirurgia, assim como infecções da
pele da face

Os dias necessários para o afastamento devem ser considerados após a consulta
médica, O número de dias dependerá do procedimento.



Recomendações Pré-operatórias
para a Mamoplastia de Aumento - Prótese de Silicone (são um modelo básico,
mas cada paciente deve seguir as recomendações que lhe serão fornecidas
especificamente para seu caso

1) Compareça ao hospital ou day hospital no dia e
hora marcados com seu cirurgião
2) Qualquer anormalidade que porventura ocorra em seu estado de saúde deve
ser comunicada, mesmo as mais simples, como gripes, infecções, infecções de
pele na área em que será realizada a cirurgia, etc. O período menstrual
também deve ser comunicado porque vai adiar a cirurgia. Marcar a cirurgia
longe do período menstrual vai evitar que a cirurgia seja suspensa se houver
o adiantamento
3) Evite bebidas alcoólicas ou refeições muito exageradas nas vésperas da
cirurgia
4) Obedeça à orientação de jejum dada pelo seu médico
5) medicamentos para emagrecer devem ser suspensos no mínimo 10 dias antes,
comunique seu cirurgião quais são, o anestesista e converse com o clínico que
os prescreveu sobre a suspensão.
6) Venha para o hospital ou day hospital acompanhado de um familiar ou pessoa
de seu relacionamento.
7) Programe suas atividades sociais, domésticas, profissionais ou escolares,
de modo a não se tornar indispensável a terceiros, por um período de
aproximadamente 4 dias.



ONDE SUA CIRURGIA SERÁ EXECUTADA




Geralmente a cirurgia de Mamoplastia, é realizada em regime ambulatorial para
os procedimentos menores, ou pernoitando no hospital ou day hospital para os maiores,
o que significa que a internação prolongada não é necessária.
Utilizamos um Day Hospital, que é uma clínica com todos os equipamentos
necessários para o bom resultado com a necessária segurança para o
procedimento. O Day Hospital é um local tranqüilo, onde cirurgias semelhantes
são realizadas.
Para pacientes que apresentam problemas mais graves de saúde associados,
opcionalmente pode se escolher um hospital geral. Quando o procedimento for
grande também preferimos o hospital geral. Pode ser utilizada a anestesia
geral, mas a técnica de anestesia local com sedação também pode ser utilizada
em casos selecionados.

Em cirurgias de maior porte, a internação hospitalar por 1 dia ou 2 pode ser
mais segura e mais confortável para o paciente que retornará para casa mais
recuperado.



A Day Clinic de um hospital geral também é uma boa opção.


Conheça os Hospitais e Day Hospital utilizados pela equipe de Cirurgiões da Clínica Naturale.



TIPOS DE ANESTESIA


Na maior parte das cirurgias são u



tilizadas a anestesia geral, mas a técnica de
anestesia local com sedação também pode ser utilizada em casos selecionados.




A CIRURGIA




IMPLANTE
DE PRÓTESE DE SILICONE


O método de inserir e posicionar o implante dependerá de sua anatomia e da
recomendação do cirurgião. A incisão pode ser feita na dobra inferior dos
seios, ao redor da aréola (a pele escura que cerca o mamilo), ou na axila.
Grande esforço será despedido pelo cirurgião para que as cicatrizes sejam
mínimas e com o melhor aspecto possível. O cirurgião vai criar uma bolsa, na
região posterior da glândula mamária, ou retro muscular. A
prótese mamária será colocada nesta bolsa, sob os mamilos, o que provocará a
desejada protrusão dos seios e dos mamilos.
A colocação atrás do músculo, entretanto, pode ser um pouco mais dolorida no
pós - operatório do que a colocação retro glandular.

A melhor alternativa será discutida com o cirurgião antes da cirurgia. assim
como o tipo de acesso, que está relacionado com os hábitos do paciente. Por
exemplo, o acesso axilar é o que tem a cicatriz menos visível, entretanto, não
é aconselhável para pessoas que praticam esportes vigorosos, como musculação ou
natação, porque nestes casos a prótese pode se mover.
A cirurgia normalmente leva de uma a três horas.




DEPOIS DA CIRURGIA


Pode haver dor por 1 dia ou dois que é controlada com analgésicos prescritos
pelo cirurgião

Após alguns dias, os curativos são removidos e é orientado o uso de um soutien
cirúrgico, especial. Deve ser utilizado como orientado pelo cirurgião. Você
também pode experimentar uma sensação de ardência nos mamilos por
aproximadamente duas semanas, mas isto diminuirá progressivamente.

Os pontos serão retirados em

7 a
10 dias.



Alguns cirurgiões localizam as cicatrizes no pólo
inferior da mama e no sulco formado entre a mama e o tórax. Outros, na área da
aréola, e até mesmo na axila. Desde os primeiros dias pós-operatórios poderá
ser usado um “decote bastante generoso”, pois, as cicatrizes ficam
bastante disfarçadas. Com o decorrer do tempo), as cicatrizes vão ficando menos
visíveis. Felizmente, esta cirurgia permite-nos colocas as cicatrizes bastante
disfarçadas, o que é muito conveniente nos primeiros meses. Para melhor
esclarecê-la sobre a evolução cicatricial, vamos relatar os diversos períodos
pelos quais as cicatrizes infalivelmente passarão:

PERÍODO IMEDIATO: Vai até o 30ºdia e apresenta-se com aspecto pouco visível.
Alguns casos apresentam uma discreta reação aos pontos ou ao curativo.

PERÍODO MEDIATO: Vai do 30º dia até o 12º mês. Neste período há o espessamento
natural da cicatriz, bem como se inicia uma mudança de cor, da mesma, passando
para mais escuro (do vermelho para o marrom) que vai, aos poucos, clareando.
Este período, o menos favorável da evolução cicatricial, é o que mais preocupa
as pacientes. Como não podemos apressar o processo natural da cicatrização,
recomendamos às pacientes que não se preocupem, pois, o período tardio se
encarregará de diminuir os vestígios cicatriciais.

PERÍODO TARDIO: Vai do 12º ao 18º mês. Neste período, a cicatriz começa a
tornar-se mais clara e menos consistente, atingindo, assim, o seu aspecto
definitivo. Qualquer avaliação do resultado definitivo da cirurgia, no tocante
à cicatriz, deverá ser feita após este período.

Certas pacientes apresentam tendência à cicatrização hipertrófica ou ao
quelóide. Essa tendência, entretanto, poderá ser avaliada, até certo ponto,
durante a consulta inicial, quando lhe são feitas uma série de perguntas sobre
sua vida clínica pregressa, bem como a análise das características familiares,
que muito nos ajudam quanto ao prognóstico das cicatrizes. Geralmente, pessoas
de pele clara não tendem a esta complicação cicatricial; pessoas de pele morena
têm maior predisposição ao quelóide ou à cicatriz hipertrófica. Isto,
entretanto, não é uma regra absoluta. A análise dos antecedentes, como já o
dissemos nos facilitará o prognóstico cicatricial, assim como a análise de
eventuais cicatrizes prévias.

Vários recursos clínicos e cirúrgicos nos permitem melhorar cicatrizes
inestéticas, na época adequada. Não se deve confundir, entretanto, com a
evolução natural do período mediato da cicatrização. Qualquer dúvida a respeito
da sua evolução cicatricial deverá ser esclarecida com o seu cirurgião, que
fará a avaliação do estado em que se encontra a cicatriz.



Recomendações Pós-operatórias
para a mastectomia de Aumento - Prótese de Silicone (são um modelo básico,
mas cada paciente deve seguir as recomendações que lhe serão fornecidas
especificamente para seu caso

1) Seguir rigorosamente as orientações dadas pelo
cirurgião, qualquer dúvida deve ser comunicada de imediato
2) Evitar esforços nos 8 primeiros dias.
3) Não movimentar os braços em excesso. Obedeça às instruções que lhe serão
dadas por ocasião da alta hospitalar, relativas à movimentação dos membros
superiores ou massagens.
4) Evite molhar o curativo, até que seja autorizada a fazê-lo.
5) Comparecer ao consultório para controle pós-operatório, e curativos nos
dias indicados
6) Levantar-se tantas vezes quanto lhe for recomendado por ocasião da alta
hospitalar. Movimente os pés com freqüência em um movimento parecido com o
acelerar de um carro.
7) Não se exponha ao sol ou friagem, até 2ª ordem.

8) Alimentação normal (salvo casos específicos que receberão a devida
orientação), a partir do segundo dia, principalmente à base de proteínas
(carnes, leite, ovos) e vitaminas (frutas).

9) Provavelmente você estará se sentindo tão bem, a ponto de olvidar-se que
foi operada recentemente. Cuidado! Esta euforia poderá levá-la a um esforço
inoportuno, o que determinará certos transtornos. 10). Não se preocupe com as
formas intermediárias nas diversas fases. Tire com seu cirurgião plástico, e
somente com ele, as suas eventuais dúvidas.



QUANDO VOLTAR AS ATIVIDADES NORMAIS




É possível retornar ao trabalho dentro de alguns dias, dependendo do nível de
atividade necessária.

Siga as orientações do cirurgião em quando recomeçar os exercícios e as
atividades normais. Os seus seios provavelmente serão sensíveis se receber
estímulos por duas a três semanas, então, deve se evitar contato físico. De

3 a 4 semanas depois do
procedimento, os seus novos seios já estarão voltando à normalidade, e ocupando
uma nova posição estética em sua harmonia corporal.



As novas mamas em relação ao tamanho e consistência
terão seu volume aumentado através da cirurgia, melhorando sua consistência e
forma com a intervenção cirúrgica. Assim é que, neste caso, pode-se escolher o
novo volume, pois se dispõe de vários tamanhos de próteses de silicone a serem
introduzidas.

Deverá existir uma harmonia entre o volume das mamas e o tamanho
do tórax, característica esta que deve ser preservada no planejamento da
cirurgia. Deverão ser mantidas as proporções entre o volume da nova mama e o
tamanho do tórax de cada paciente, a fim de se obter uma maior harmonia
estética. A mama, assim operada, passará por vários períodos evolutivos:

PERÍODO IMEDIATO: Vai até o 30º dia. Neste Período, apesar das mamas se
apresentarem com aspecto bastante melhorado, sua forma e volume ainda estão
aquém do resultado planejado. Lembre-se desta observação: //NENHUMA MAMA SERÁ

“PERFEITA” NO PÓS-OPERATÓRIO IMEDIATO//.
PERÍODO MEDIATO: Vai do 30º dia até o 3º mês - Neste período, a mama começa a
apresentar uma evolução que tende à forma definitiva. São características deste
período um maior ou menor grau de “inchaço” das mamas; além disso, o
aspecto cicatricial encontra-se em plena fase de transição (ver item 1º).
Apesar da euforia da maioria das pacientes, já neste período, costumamos dizer
às mesmas que seu resultado ficará melhor ainda, pois, isto será a
característica do período tardio.

PERÍODO TARDIO: Vai do 3º até o 18º mês. É o período em que a mama atinge seu
aspecto definitivo (cicatriz, forma, consistência, volume, sensibilidade, etc.)
É neste período que costumamos fotografar os casos operados, a fim de
compará-los com o aspecto pré-operatório de cada paciente. Tem grande
importância no resultado final, o grau de elasticidade da pele das mamas, bem
como o volume da prótese introduzida. O equilíbrio entre ambos varia de caso
para caso. Vai do 3º até o 18º mês. É o período em que a mama atinge seu
aspecto definitivo (cicatriz, forma, consistência, volume, sensibilidade, etc.)

É neste período que costumamos fotografar os casos operados, a fim de
compará-los com o aspecto pré-operatório de cada paciente. Tem grande
importância no resultado final, o grau de elasticidade da pele das mamas, bem
como o volume da prótese introduzida. O equilíbrio entre ambos varia de caso
para caso.
Apesar de o resultado imediato ser muito bom, somente na fase mencionada como
“período tardio” é que as mamas atingirão sua forma definitiva.

O seu ginecologista lhe dirá da conveniência ou não de nova gravidez. Quanto ao
resultado, poderá ser preservado, desde que aquele especialista controle seu
aumento de peso na nova gestação. Geralmente não há problema de a nova gravidez
interferir no resultado, já que a cirurgia é realizada habitualmente “fora
do tecido mamário”.
Mamografias de rotina devem ser realizadas pelas mulheres em que haja a
indicação em centro acostumado com a mamografia em portadores de próteses.




A TÉCNICA


Mamoplastia de aumento - a prótese de silicone

Cirurgia
para aumento de seios é realizada para corrigir diferenças de tamanho entre
os seios e para melhorar a aparência corporal. seguindo tendências socio -
culturais muito firmemente enraizadas no inconcisnte coletivo que determina
as noções de beleza feminina

As incisões para realização da cirurgia são
realizadas para manter as cicatrizes o mais escondido possível. a introdução
da prótese de silicone pode ser feita através de uma cicatriz na axila, na
região da aréola ou na dobra inferior dos seios junto ao corpo

Prótese é localizada sob a glândula mamária ou
sob os músculos do tórax

Após
a cirurgia , os seios tem um contorno natural

A
forma dos seios é uma questão dominante na aparência feminina

Fonte: Naturale med

Artigos Aleatorios

Poste um comentario