Cuidados com o bebê.

2,432

Bebês pequenos, para muitos pais, além de representar uma fonte de alegrias, também podem ser sinônimo de noites mal dormidas.




Não são raros os casos de crianças que choram muito ou que
simplesmente não dormem, deixando os pais à beira de um ataque de
nervos. Mas será que existe um método para deixar o sono do nenê mais
tranqüilo?

O médico pediatra Ricardo Echer explica que as
causas da perturbação do sono ou as razões do choro de um bebê podem
variar muito. “Em crianças com mais de seis meses, há o que se pode
denominar de terror noturno. Ocorre quando o sono é interrompido muitas
vezes e está associado a sonhos repetitivos, que geralmente remetem a
algum tipo de susto sofrido ? durante o dia ou à noite - como um
barulho forte e inesperado”, destaca.

Já os
recém-nascidos, que costumam dormir bastante ? até 20 horas por dia ?
geralmente têm seu sono atrapalhado por algum mal estar físico. “Um
bebê tende a chorar quando sente certos desconfortos, como calor, frio,
fome, ou dores de ouvido e barriga, por exemplo”, esclarece Ricardo.

Por
isso, o pediatra aconselha aos pais a prestarem atenção em sinais,
verificarem a temperatura e fraldas ou estarem atentos a cólicas quando
notarem que os filhos reclamam de forma chorosa. “Se nenhuma das
alternativas para o choro for correspondida, então é hora de procurar
saber se a criança não está passando por alguma enfermidade”, comenta.

Se
o choro é inevitável, o que fazer para deixar a noite do bebê mais
serena? Ricardo diz que o principal é não agasalhar a criança em
excesso. “Nada de muitas roupas em recém-nascidos. Se a estação do ano
for quente, a mãe deve vestir o filho com a quantidade de peças igual a
que ela própria está usando. Caso o tempo esteja frio, a mãe pode somar
uma peça de roupa ao nenê em relação ao número de agasalhos que põe em
si mesma”.

Sobre a melhor posição para acomodar o bebê,
o pediatra ensina: “o jeito mais confortável de colocar o nenê é
deitá-lo de lado, apoiado em um travesseiro pequeno”. Ricardo ainda
ressalta que os pais não precisam exagerar no zelo. “Não há necessidade
de ficar velando o sono da criança o tempo todo ou acostumá-la a dormir
entre o casal. Essa última opção, inclusive, pode ser de risco para o
bebê, uma vez que sempre existe a possibilidade de os pais pegarem no
sono profundamente e rolarem por cima da criança”.

Uma
dica para um sono feliz? “Alimente o nenê, deixe-o com roupas
confortáveis e bem posicionado no berço. Essa é a melhor junção de
fatores para que uma noite seja bem aproveitada”, completa o pediatra.

Se tiver dúvidas deixe um comentário! Veja Também...

Poste um comentario